CRPO Alto do Jacuí quer aumentar efetivo da Brigada Militar de Panambi

Na tarde desta quinta-feira (22), o 39º Batalhão da Polícia Militar recepcionou os 32 novos soldados que atuaram em treze municípios da área – incluindo Palmeira das Missões e Santa Bárbara do Sul. Entretanto, Panambi, que está incluindo na área de atuação da 39º BPM, não receberá nenhum dos policiais que estiveram em curso por oito meses e formaram-se em agosto.
Em entrevista exclusiva à Rádio Sulbrasileira, o comandante do Comando Regional de Polícia Ostensiva Alto Jacuí, tenente-coronel  Eliel de Souza Roque, afirmou ao repórter Renato Bueno que os novos soldados que foram enviados às cidades da região onde não haviam, no mínimo, cinco policiais. 
Segundo ele, os critérios da distribuição dos novos soldados foram estabelecidos pelo Comando da Brigada Militar com a Secretaria de Segurança Pública e de acordo com as diretrizes do governo do Estado. “Na verdade, o pedido do Comando Regional foi que Panambi fosse contemplada”, emenda. 
No entanto, o tenente-coronel afirmou que o reforço policial não pára por aqui. O comando aguarda a transferências de soldados veteranos que querem retornar para as suas cidades de origem. O CRPO espera receber cerca de 31 soldados nesta transferência – e Panambi pode ser uma das contempladas. “Mas não se sabe para quais cidades eles irão”, explica o comandante. 
O comandante reforçou que o CRPO está fazendo um pedido para que o município seja contemplado com mais policiais militares. Ele destaca que o comando tem beneficiado Panambi com operações rotineiras mensais, com guarnições de outros municípios se deslocando para realizar ações. Graças às horas extras, o comando consegue remanejar policiais de municípios vizinho – como Santa Bárbara do Sul – para reforçar o policiamento em Panambi. Além disso, a equipe da Força Tática (POE) vêm frequentemente ao município efetuar ações – e já prendeu quatro pessoas.
“Todo o mês acompanhamos os índices criminais e todo o mês, de acordo com a necessidade para visar o combate à criminalidade, efetivos são deslocados exclusivamente para apoiarem e realizarem o policiamento ostensivo de Panambi”, afirma. Segundo ele, houve redução na maioria dos indicadores, que ocorreu graças ao reforço no policiamento.
Dentre os 33 municípios subordinados ao CRPO Alto do Jacuí, Panambi é o terceiro que tem maior efetivo policial – perdendo somente para Palmeira das Missões e Cruz Alta. No entanto, a defasagem de brigadianos no município chega é em torno de 59%. “É um número que está na média do nosso comando regional. Ao longo dos anos, toda a brigada militar perdeu esse efetivo”, comenta, afirmando que mesmo com a chegada dos novos soldados e o remanejo de policiais, não será possível completar o efetivo de Panambi e do Comando Regional. 
Em relação à chegada de um novo capitão no município, o tenente-coronel afirma que o concurso segue em andamento. Segundo ele, falta capitães em diversos municípios do Estado – incluindo Cruz Alta, Ibirubá e Palmeira das Missões. “Me parece que são 200 vagas para toda a Brigada Militar. Esperamos que com o concurso teremos novos capitães formados e que venham para a nossa região.”