Digite sua busca

Destaque Publicar no APP Segurança Segurança - Locais

Cinco prisões na Operação ” Balão Mágico” desencadeada em Panambi na manhã desta quarta-feira (12)

Compartilhar

Em entrevista coletiva concedida às 10h desta manhã, os delegados Gustavo Fleury e Carlos Beuter confirmaram que a Policia Civil cumpriu mandados de busca e apreensão, na Operação denominada de “ Balão Magico” desencadeada no início da manhã desta quarta-feira (12) em Panambi, com objetivo de combater o tráfico de drogas.


De acordo com titular da DP de Panambi, a denominação “ Balão Magico” da operação se deve ao fato de um dos líderes da organização criminosa ser conhecido por “ Fofão” e que coordenava o tráfico de drogas de dentro da Penitenciária Modulada de Ijui.
Já o titular da 14ª região policial de Palmeira das Missões, Carlos Beuter, disse que, na maioria dos casos, o comando do tráfico de drogas está instalado dentro de penitenciarias. Lembrou a recente operação desencadeada em Palmeira das Missões que culminou com a prisão de 21 pessoas. O tráfico era controlado por presos de dentro da Penitenciaria de Palmeira das Missões.


Na operação desta manhã, o objetivo era cumprir 24 mandados judiciais de buscas e prisões preventivas. Foram efetuadas 5 prisões,sendo 4 homens e 1 mulher, envolvidos com o tráfico sendo 03 com prisão preventiva e 02 em flagrante delito. Nas buscas foram apreendidos 28 papelotes de maconha, duas buchas de cocaína, uma bucha de crack, R$ 4.644,00 reais em moeda corrente, comprovantes de depósitos bancários e 13 aparelhos celulares. A ação contou com o apoio de 70 policiais civis das Regionais de Palmeira das Missões, Cruz Alta, Ijuí e Santo Ângelo, 20 viaturas e dois cães farejadores do Denarc. A investigação durou cerca 2 meses e apontou a presença de organização criminosa voltada ao tráfico de drogas, lideradas por um apenado que se encontra recolhido na Penitenciária Modulada de Ijuí. As buscas e prisões foram realizadas em Panambi, nos bairros Esperança, Alvis Klasener, Wolgien, Alto Paraíso e Armindo João Stalhoer. Após os trâmites de Polícia Judiciária os presos serão encaminhados ao sistema prisional.

Tags: