Agricultor é preso por comercializar salame artesanal em Santa Rosa


Um agricultor de 56 anos, acabou preso em Santa Rosa por estar vendendo lingüiça (salame) sem o devido Certificado de Registro no Serviço de Inspeção Municipal (SIM) para fabricação e comercialização em território municipal do produto industrializado artesanalmente. O fato aconteceu quando Policiais da Brigada Ambiental, abordaram o homem, no Lajeado Ipê, interior de Santa Rosa.
No instante em que os policiais constataram que o agricultor estava vendendo salame de forma clandestina, prenderam o agricultor que foi apresentado na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA). O Delegado titular Delvequio Moises Kronbauer, disse que não tinha como lavrar o flagrante, sem a devida comprovação pericial, porém um agente da vigilância sanitária atestou que o produto não oferecia condições para consumo.
O Delegado Delvequio Moises Kronbauer revelou ,que como houve a apresentação de laudo que atestou que os produtos seriam impróprios ao consumo, não restou alternativa a não ser, aplicar a legislação que trata de crimes contra as relações de consumo. Diante disso o agricultor foi encaminhado ao presídio Estadual de Santa Rosa. No entanto , o Juiz de plantão do fórum de Santa Rosa, assinou o alvará de soltura do agricultor, que deverá responder o inquérito em liberdade.

Fonte: No Ar Noticias